COELBANão é de hoje que muitos moradores do município de Malhada, no sudoeste da Bahia, vem reclamando do alto valor que às vezes paga pelo consumo da energia elétrica. Os clientes alegam que são valores absurdos, uma vez que não consomem tanta energia no mês e estão pagando muito caro, não tem em suas residências aparelhos de alta potência para gerar tanto gasto. Já foram feitas diversas reclamações junto ao órgão competente, mas eles não procuram uma resolução para o problema.

“Penso que o erro está na leitura, as pessoas responsáveis pela leitura dos relógios pode não está fazendo a mesma corretamente ou então invertendo as coisas, confundindo assim a leitura de um usuário com outro”, ressaltou um consumidor.

Na manhã desta quarta-feira, 16 de outubro, uma moradora de Parateca pagou um talão no valor de R$132,39, o que para ela foi um absurdo, pois os dois últimos talões, um veio de R$59,61 e outro de R$18,52 e segundo ela não gasta tanta energia assim e não entende o porque deste valor altíssimo. Como se bastasse, a mesma foi informada que o valor da sua próxima fatura é de R$128,99, o que resultou ainda mais em sua indignação. Ai fazemos a seguinte pergunta: Como uma pessoa que vive do bolsa família e não tem outra fonte de renda, conseguirá sobreviver e sustentar os seus filhos pagando um valor tão alto deste em apenas um talão de energia?

Na sede do município não é diferente, tem pessoas que possui de tudo e paga um valor aquém de seu preço justo, por outro lado, tem consumidores que não tem quase nada em casa e paga um absurdo.

Mediante esta situação, pedimos ao responsável pela empresa Coelba para averiguar o que de fato está acontecendo na tentativa de resolver estes problemas e não deixar os clientes lesados.

Veja ai a os valores das faturas de uma consumidora do município:

Vencimento Data da Leitura Valor

14/11/2013 08/10/2013 R$ 128,99
15/10/2013 06/09/2013 R$ 132,39
13/09/2013 07/08/2013 R$ 59,61
18/12/2012 07/11/2012 R$ 18,52

Redação: www.mediosaofrancisco.com

Facebook Comments
Tags:, , , ,
Um comentário para “Moradores do município de Malhada reclamam do auto valor do talão da energia elétrica”
  1. edilson disse:

    Na minha opinião, basta a pessoa ficar atenta à data da próxima leitura e, a partir dai, fazer leitura juntamente com o leitor. Certamente está havendo erro. Não tem lógica uma diferença tão grande assim. Se isso continuar acontecendo, peça para fazer a releitura, eles são obrigados refazer. Um absurdo desse não pode continuar acontecendo. Espero que essa dica sirva para alguma coisa. Abraços…

  2.  
Comentar