mais médicosDos profissionais que já atuam no programa Mais Médicos do governo federal, 48 deles foram reprovados no Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida), critério para reconhecer diplomas de profissionais com curso no exterior que desejam trabalhar no Brasil. Apesar de o exame não ser exigido para os médicos do programa, um dos pontos de conflito do governo com a comunidade médica brasileira. Segundo o Ministério da Educação (MEC), responsável pela aplicação da prova, os profissionais avaliados estão entre 681 selecionados na primeira rodada do programa. Dos reprovados, quatro estão já em atendimento no Nordeste, área com maior número de profissionais, e um deles trabalha na Bahia, no município de Antonio Gonçalves, centro norte baiano. Ainda de acordo com o MEC, 1.440 candidatos formados no exterior que fizeram as provas não passaram para a segunda etapa do Revalida. Os profissionais do Mais Médicos reprovados no exame já têm o registro único concedido pelo Ministério da Saúde e atuam em 36 municípios de 15 Estados. A maioria deles atua no estado de São Paulo. O Revalida foi oficializado em 2011 e registra altos índices de reprovação. Em 2013, apenas 9,7% dos participantes seguirão para a prova prática. Informações da Folha.

Facebook Comments
Tags:,
Comentar