Força Policial

Força Policial

Na manhã da última terça-feira, 05 de novembro, obedecendo a uma ordem judicial de reintegração de posse da fazenda pertencente a Ademar Teixeira de Barros, conhecido popularmente como Zú, Maquinários foram usados para derrubar os barracos das famílias que há cerca de quatro anos estavam acampadas nesta propriedade conhecida como Assentamento Pedro Pires Nogueira, na fazenda Santa Rita, na região do povoado do Julião, em Malhada,sudoeste da Bahia. Na região de Malhada nunca se viu tanta polícia como nesta ação de reintegração de posse do fazendeiro Zú.

Estava parecendo mais uma guerra, pois tinham mais de cem policiais, incluindo policiais do 17º Batalhão e Polícia Rodoviária Federal, sob o comando do major Medeiros. Eles cumprindo a ordem da justiça, destruíram tudo que estas pobres famílias construíram no decorrer de quase quatro anos, barracos, plantações e outros pertences. Muitas famílias já tinham alguns mantimentos na área desapropriada, a exemplo de batatas, machiche, abóboras e outros, mas não puderam usufruir, pois foram todos destruídos pelas máquinas e muitos deles saqueados.

“Desde quando nasci nunca vi tanta crueldade como contemplei nesta semana no Assentamento Pedro Pires Nogueira, foi muito terror, a ponto de muitas famílias correrem e deixarem tudo para trás devido a truculência da Polícia Militar e do Capitão Pedro Paulo que a todo o instante intimidava que ia prender os acampados. Já vimos sair deste assentamento 300 sacos de feijão produzidos por estas família e hoje estão nesta situação, situação esta que nós não podemos aceitar”, disse a ex-vereadora Carlina, uma das lideres deste acampamento.

Após esta ação de desapropriação das terras, a maioria das famílias começaram a manifestar com o intuito de chamar a atenção do INCRA e dos governantes e como suporte eles fecharam uma estrada vicinal que dar acesso à fazenda, impedindo assim, a entrada e saída para a fazenda. Os líderes Guilherme, Carlinda e Salvador afirmaram em emissora de rádio que só será liberado a estrada após um representante do INCRA ir até o local dialogar com o povo e resolver o problema.

O líder do movimento Salvador Bernardes da Conceição, fez um apanhado desde a gestão de Sarney até os dias de hoje e chegou a conclusão que os governos de Lula e Dilma foram os que menos investiram na reforma agrária no País. Salvador ressaltou que o advogado vai tentar rever essa decisão e que as famílias não vão desistir destas terras, pois os mesmos estarão construindo seus barracos e acampando no corredor ao lado da fazenda.

Enquanto o fazendeiro Ademar Teixeira de Barros(Zu), comemora esta conquista, as 67 famílias que residia nesta propriedade aguardam uma manifestação do governo com o intuito de resolver esta questão. Vale ressaltar que estas famílias estavam ocupando uma área de aproximadamente 700 hectares e no decorrer de todo este tempo, a Justiça já havia expedido três mandados de reintegração de posse e ambos não haviam sido cumpridos.

Redação: www.mediosaofrancisco.com


Facebook Comments
Comentar