feira de santana-médico cubano
A Secretaria de Saúde de Feira de Santana, cidade localizada a cerca de 100 km de Salvador, afastou nesta quarta-feira (20) um médico cubano que atuava pelo Programa “Mais Médicos”, do Governo Federal. O profissional foi denunciado na Câmara de Vereadores da cidade. Segundo a denúncia, o médico é suspeito de ter receitado uma dose excessiva de medicamento a uma criança na unidade do Programa Saúde da Família (PSF). De acordo com informações do órgão, a medida é provisória, enquanto a secretaria investiga a denúncia.

De acordo com o vereador José Carneiro, que intercedeu a denúncia da família, a dose receitada foi de 40 gotas para a criança, que pesa 10 kg. Em contato com o G1, a médica pediatra Márcia Porto, que atende em clínicas da capital baiana informou que a dose receitada é “completamente exagerada”. “Essa dose é quatro vezes maior do que a indicada. Para uma criança de 10 kg, o ideal era ter receitado 10 gotas. 40 gotas é dose para adulto. Caso a criança tivesse tomado essa dose excessiva, ela podertia ter tido uma hipotermia e uma hipertensão arterial”, relata. De acordo com a médica, hipotermia é quando acontece a baixa da temperatura natural do corpo.

A criança não chegou a tomar o remédio porque a família desconfiou da quantidade indicada. Dos 12 profissionais do programa na cidade, 11 são estrangeiros. Por conta desse problema, a Secretaria de Saúde Municipal informou que os médicos passarão por novo treinamento no sábado (22) e domingo (23). O médico não foi encontrado para comentar o caso.

Fonte: G1

Facebook Comments
Comentar