Netos de Pelé
A Justiça determinou que Pelé terá de pagar uma pensão no valor de sete salários mínimos, o que equivale a R$ 4.746, para dois netos. Os meninos, Octávio, de 15 anos, e Gabriel, de 13, conseguiram vencer uma longa batalha judicial.

A filha dos jovens, Sandra Arantes do Nascimento Felinto, lutou durante anos para que o ex-jogador reconhecesse a paternidade, mas ele sempre negou. Em 2006, ela morreu por conta de um câncer de mama e o pai dos garotos teve dificuldades para sustentá-lo.

Os advogados dos netos de Pelé afirmou que os meninos não conseguiam nem “comprar uma roupa melhor, morar em casa confortável, ter alimentação adequada, nem viajar, ir a um clube e ter médicos e dentistas razoáveis”.

A Justiça decretou então que as crianças estavam passando por “privações não suportadas pelos outros netos de Edson Arantes do Nascimento” e que, por conta disso, Pelé deve fornecer uma ajuda financeira. O ex-atleta, no entanto, ainda pode entrar com um recurso.

Três desembargadores foram responsáveis por fazer a análise do caso e apenas um deles declarou que Pelé não deveria fornecer nenhum tipo de pensão. Para ele o dinheiro exigido pelos netos não é para ser usado para subsistência, mas para melhorar as condições nas quais já se encontram. O desembargador alertou ainda que houve uma insistência deles para ter uma “ajuda para conhecer a Disney”.

Correio24horas

Facebook Comments
Comentar