ACM e Paulo SoutoO prefeito ACM Neto (DEM) pode adiar mais uma vez o anúncio da chapa das oposições que disputará as eleições estaduais deste ano, previsto para até a próxima sexta-feira (4), embora a cabeça da coligação já esteja definida: o seu correligionário e ex-governador Paulo Souto. Apesar de ainda haver a possibilidade de convocação de coletiva para a confirmação oficial no último dia útil da semana, o Bahia Notícias apurou que o democrata avalia a possibilidade de postergar o evento. A medida seria para ganhar tempo de convencer Geddel Vieira Lima (PMDB) – que perdeu a disputa para Souto, após análise de “critérios objetivos” estabelecidos em pesquisas – a integrar o grupo e aguardar o seu posicionamento.

ACM e GeddelO peemedebista, que foi a Brasília nesta quarta (2), ainda não foi comunicado da decisão pelo coordenador do processo de escolha, mas já prepara a fundamentação pragmática para nortear o papel que desempenhará na campanha. Ele também encomendou consultas para avaliar se o seu ímpeto de lançar voo solo – ao lado do PSC – tem chance de êxito. Caso os números comprovem que não tem lastro suficiente para chegar ao Palácio de Ondina – ou pior, ser responsabilizado por uma hipotética vitória de Rui Costa (PT) –, o ex-ministro da Integração poderá se candidatar a deputado estadual ou até mesmo aceitar a proposta de Neto, que o quer na disputa pelo Senado. Caso não acate o convite, o prefeito já tem uma solução: nesta quarta ele pediu à executiva do PV que aguardasse o desfecho porque gostaria de ter o partido como integrante da chapa majoritária. Ou seja, se não der Geddel, a vice-prefeita Célia Sacramento será a concorrente de Otto Alencar (PSD) e Eliana Calmon (PSB).

ACM e CéliaEm relação ao posto de vice, embora rumores nesta quarta dessem conta de que o também ex-governador e ex-prefeito de Guanambi Nilo Coelho (PSDB) poderia ser convocado, tucanos ouvidos pelo BN asseguram que a vaga é do ex-gestor de Mata de São João, João Gualberto. De todos os atores consultados pela reportagem – satélites de ACM Neto e alta cúpula de DEM, PMDB, PSDB e PV – apenas o quase ex-secretário de Urbanismo e Transporte, José Carlos Aleluia – aspirante a voltar à Câmara Federal pelo DEM –, topou falar em on, como se diz no jargão jornalístico quando alguém autoriza a publicação dos esclarecimentos prestados. “O nosso objetivo é fazer o esforço de buscar entendimento. Evidente que demos um passo, mas vamos continuar em busca do entendimento”.

ACM e AleluiaO democrata “explica” o que seria o tal “passo”: “Significa que está chegando a reta final. Temos que tocar as coisas por esses dias. Está evoluindo. O prefeito está sendo bem imparcial no sentido de definir qual o candidato que agrega mais ao projeto de oposição”. Sobre a sua própria saída da administração soteropolitana, que será publicada no Diário Oficial do Município da sexta, o ainda titular da Semut estimou que o nome poderá ser revelado já nesta quinta (3). “Ainda não sei quem é. O prefeito é quem vai definir”, resumiu. Entre os verdes o martelo está batido: o subsecretário da pasta Cidade Sustentável André Fraga assume a cadeira de Ivanilson Gomes, que tentará chegar ao Congresso Nacional.

Por Evilásio Júnior(Bahia Notícias)

Facebook Comments
Tags:, , ,
Comentar