Foto: Reprodução/Blog do Gusmão

Foto: Reprodução/Blog do Gusmão

Adiantado nesta quarta-feira (18) durante a convenção que oficializou a candidatura do ex-governador Paulo Souto (DEM) ao Executivo estadual, o apoio do PSC à chapa oposicionista montada para as eleições de outubro deste ano foi confirmado, nesta quinta (19), pelo diretório da sigla na Bahia. Em comunicado enviado à imprensa, a legenda diz que a escolha foi feita após “ampla discussão interna” do partido. “A decisão corrobora para a ampliação das representações do PSC no estado e no país, alinhando-se com o programa partidário nacional e suas diretrizes”, diz a nota. Conforme apurou o Bahia Notícias, a definição foi motivada por um acordo que dá, ao presidente estadual do PSC, o suplente do senador João Durval (PDT), Eliel Santana, a permanência na posição de “parlamentar reserva”, dessa vez ao lado do pleiteante antipetista ao Congresso Geddel Vieira Lima (PMDB). Em entrevista ao Bahia Notícias, o cristão admitiu o convite do peemedebista para o cargo, mas disse que o anúncio oficial do acordo deve ser feito na convenção do PSC, marcada para o dia 26 deste mês. “Desde o início [das articulações eleitorais], já havia essa possibilidade. Mas nós [do PSC] tivemos a preocupação de debater essa questão o máximo possível dentro do partido”, contou. Ao BN, durante a festa oposicionista desta quarta, Geddel definiu Eliel como “um grande nome” para a suplência.

por Carol Prado/Bahia Notícias

Facebook Comments
Comentar