LidiceCandidata ao governo da Bahia, a senadora Lidice da Mata (PSB) disse, durante evento realizado em Nazaré das Farinhas, no Recôncavo baiano, que “sem negociar cargos na máquina pública, nem dinheiro, começo a receber o apoio de pessoas que vieram nos oferecer as mãos para trabalhar conosco. Vieram dizer que não se faz política com dinheiro, se faz com propostas e pessoas sérias”. O evento reuniu ex-prefeitos, secretários e vereadores de 30 municípios do Recôncavo e sudoeste da Bahia em apoio à candidata da coligação “Um Novo Caminho Para a Bahia (PSB-Rede, PSL e PPL)”. Lídice esteve acompanha da candidata ao Senado Eliana Calmon e ressaltou que há dois precedentes na história da Bahia de candidaturas sem grandes estruturas e apoios políticos que terminaram vencedoras devido ao apoio popular. A primeira delas, a de Waldir Pires, “que começou a campanha gritando em cima de um banquinho em cidade do interior para 50 pessoas ouvirem e ganhamos com 1,3 milhões de votos de frente”. A segunda, a do atual governador Jaques Wagner, quando venceu pela primeira vez, em 2006. “Até o último mês a pesquisa dava que Paulo Souto ganhava no primeiro turno com larga diferença. Com pouco mais de dez prefeitos e poucos vereadores, ganhamos. Quando o povo quer, o povo muda, e é ele quem vai fazer a diferença para nós nesta eleição”, completou.

Facebook Comments
Comentar