Visão de Aécio
O candidato à Presidência da República, Aécio Neves (PSDB), alfinetou neste domingo (20) a escolha do comitê da sua oponente Dilma Rousseff (PT) de afastá-la de campanhas de rua. “Talvez essa seja uma das marcas mais perversas desse atual governo, que é governar de costas para a população, de forma autoritária, muitas vezes até arrogante, sem ouvir, sem ter a humildade de reconhecer equívocos”, disse em Juazeiro do Norte (CE), onde acompanhou a missa de 80 anos da morte de Padre Cícero. Aécio disse acreditar que o distanciamento da presidente “não fará bem” a sua própria candidatura, mas que respeita a opção dela. Ele ainda comentou sobre a reportagem da Folha de S. Paulo deste domingo, que denunciou a construção de um aeroporto de quase R$ 14 milhões pelo governo de Minas Gerais, que fica dentro de uma fazendo de um parente do tucano, durante o seu segundo mandato como governador. “É natural que quem queira disputar um cargo tenha que a responder tudo, como estamos respondendo. Tudo foi feito com base na lei e na ética e as respostas estão no jornal hoje”, se esquivou.

Facebook Comments
Comentar