Hospital MontalvaniaO secretário municipal de Saúde de Montalvânia, Renato Viana Filho, diz que não há elementos que permitam afirmar que tenha sido intoxicação alimentar a causa da internação hospitalar que envolveu cerca de 60 crianças assistidas pela creche municipal Luciano Fernandes Marinho na última sexta-feira, 1 º de agosto. A maior parte delas já havia deixado o hospital na tarde da última segunda-feira.

“Nada foi comprovado. Os resultados dos exames que solicitamos ainda não saíram, por isso não se pode afirmar que houve intoxicação”, diz o secretário por meio da assessoria de imprensa da Prefeitura. O site recebeu a informação de que poderia ter havido consumo de alimentos estragados durante uma refeição oferecida pela creche. Assim que o problema foi detectado, as vítimas foram encaminhadas para o Hospital Cristo Rei e aos centros de saúde do município.

Segundo a nota, o que aconteceu foi um surto de diarreia e vômito em crianças atendidas pelo município. Ainda assim, não há indícios do que teria provocado o mal-estar coletivo. “O número de crianças atingidas representa apenas 10% do total atendidas pela Creche”, informa Renato Viana. Depois que a notícia começou a circular, houve certo pânico por parte dos pais das crianças, sobretudo pela falta de informação confiável sobre o que realmente tinha acontecido.

Exames

A Secretaria Municipal de Saúde diz que acionou a Vigilância Sanitária do Estado em menos de 24 horas para dar suporte a Vigilância Sanitária local na coleta de material para a realização de exames. Amostras de alimentos encontrados na despensa da creche e da água disponível nos bebedouros também serão encaminhadas para análises em um laboratório de Belo Horizonte.

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Montalvânia diz ainda que o prefeito Jordão Medrado (PR) não cogita abrir sindicância para apurar o que aconteceu antes de ter em mãos os laudos da Vigilância Estadual em Saúde. Não haveria motivos também para interditar o local e nem razão para imaginar que houve negligência por parte dos funcionários que atuam no setor.

Por Luisclaudioguedes.com.br

Facebook Comments
Comentar