PSCO candidato do PSC à Presidência da República, Pastor Everaldo, defendeu nesta quarta-feira (6), mudanças no Bolsa Família. Ao chegar ao Congresso das Mulheres da Assembleia de Deus do Brás, na região central de São Paulo, o candidato evitou falar sobre um apoio formal da igreja e voltou a dizer que não se considera candidato dos evangélicos. O candidato afirmou que não acabaria com o Bolsa Família, mas ressaltou que tem um “modelo 20 vezes melhor” para apresentar à população. Ele não especificou qual modelo seria esse. Segundo ele, é fundamental que o brasileiro tenha condições e capacitação para trabalhar e, assim, não depender mais de benefícios. “Eu vou dar condições para que todo brasileiro tenha a capacitação para ter o prazer de ter sua carteira assinada e ganhar seu salário. O Bolsa Família vai ser excelente quando o brasileiro que o recebe puder dizer que não precisa mais”, disse ele.

por Stefânia Akel

Facebook Comments
Comentar