GimmyO prefeito do município de Malhada, sudoeste da Bahia, Gimmy Everton Mouraria Ramos (PT), recentemente foi considerado um dos melhores prefeitos do Brasil, causando orgulho aos moradores do pequeno município a margem direita do Rio São Francisco que faz divisa com o Norte de Minas Gerais.

Todavia, desta vez, o prefeito causou espanto ao deixar o gabinete confortável e suas canetas que sancionam leis e confirmam projetos para sob o sol escaldante do início de agosto pegar na enxada e trabalhar como ajudante de pedreiro. A senhora Maria Nilza Castro da Silva, 59 anos, é viúva desde 13 de janeiro de 1978 e há 24 anos reside em Malhada.
Esta senhora tem 11 filhos e vivia uma precariedade sem ter ao menos um local para residir, todavia, sobrevivia com a pensão que recebe do seu segundo casamento do qual se divorciou. O prefeito sensibilizado com a causa da mesma e já realizando um projeto de mutirão solidário em que constrói residências utilizando recursos do município e ajuda de voluntários, colocou a mão na massa (literalmente) e foi ajuda-la.

Sem nenhuma cerimônia o prefeito fez massa, carregou balde pesado e não reclamou em momento algum, mas pedia a mesma dedicação dos seus secretários de governo. Somente ao conversarmos com o chefe do executivo foi que tivemos uma noção clara do que ele está tentando passar: “quero que os meus secretários, que lidam diretamente com as pessoas, entendam a dor, sofrimento e o desejo de terem seus sonhos realizados destas pessoas, para que façam pelo meu povo o que eles almejariam para eles e seus familiares” afirmou Gimmy.

A residência foi construída no povoado de Julião e segundo o irmão do prefeito, Gimenez, outras casas já foram construídas e até maio a meta é fazer mais de 30 casas para o povo de Malhada! Os secretários demonstraram sentirem prazer em ajudar o próximo e chegaram a dizer que Gimmy Everton não teme o trabalho, mesmo braçal, mas que ele faz de tudo para não apenas ter o nome de melhor prefeito do país, mas que o povo veja isso na prática como vem acontecendo.

Redação Oeste Alerta

Facebook Comments
Comentar