thumbsNa Manhã desta Quarta-feira (11) o Coordenador da 22º corpim da Polícia civil da Bahia Dr. Cleber Andrade, esteve na cidade de Carinhanha para ouvir o Radialista João Miguel e Cumprir um mandado de Busca na caso do mesmo, segundo informações da Delegacia, o radialista é acusado de cometer o crime de Injuria Qualificada contra o delegado de Carinhanha Dr. Nilo Ebraim, Art. 140 – Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro:Pena – detenção, de um a seis meses, ou multa.
O Radialista ainda é acusado de incitar a violencia no programa de Rádio que Apresenta, Incitação ao crime está no Artigo 286 do CP: Incitar, publicamente, a prática de crime. Detenção: 3 a 6 meses.
Após o radialista ser ouvido pelos crimes mencionados, a polícia civil composta por agentes do Serviço de Investigação (S.I.) de Guanambi, investigador Rosalvo no comando do Coordenador Dr. Cleber, foram até a residencia do acusado para cumprir um mandado de busca por uma susposta arma que estaria na casa do mesmo, após revistar toda casa, a polícia seguiu com o locutor até a emissora de Rádio em que o mesmo trabalha, para fazer uma busca no local.
Depois de ser ouvido e do cumprimento das buscas feitas pela Polícia, o Radialista foi liberado, mais vai reponder os crimes de Injuria qualificada contra o delegado Nilo Ebraim, e pelo crime de Incitação ao crime.
o radialista esteve na delegacia com duas advogadas que não quiseram falar nada sobre o assunto.

Fonte: Carinhanha Notícias

Facebook Comments
Comentar