ebola

RIO – Funcionários de Serra Leoa confirmaram uma morte por ebola, horas depois de a Organização Mundial de Saúde ter declarado o fim do grande surto da doença na África Ocidental.

De acordo com a “BBC”, o país foi declarado livre do vírus em 7 de Novembro, e a região como um todo foi confirmada como limpa quando a Libéria foi declarada livre de ebola na quinta-feira.

Testes em uma pessoa que morreu no norte de Serra Leoa revelaram-se positivos, disse à “BBC” um porta-voz do centro de testes de ebola. A OMS alertou, no entanto, que mais ocorrências são esperadas.

A morte Serra Leoa ocorreu no início desta semana. O porta-voz Sidi Yahya Tunis disse que o paciente tinha morrido no distrito Tonkolili. Ele tinha viajado para lá vindo de Kambia, perto da fronteira com a Guiné.

mapa

Os testes foram conduzidos por especialistas em saúde britânicos. Funcionários de saúde do governo estão agora urgentemente buscando outras pessoas que possam ter tido contato com a vítima.

Cerca de 4.000 pessoas morreram de ebola em Serra Leoa, e 11.000 pessoas em toda a região, desde dezembro de 2013.

A Libéria foi o último país a ser declarado livre da transmissão ativa de Ebola, mesmo com as autoridades da OMS tendo sugerido que tal declaração devesse ser tomada com cautela, o que acabou se revelando correto. O país já tinha sido declarado livre duas vezes antes, apenas para a infecção ressurgir.

Informações: O Globo

Facebook Comments
Comentar