foto

O Fundo Monetário Internacional (FMI) não tem boas perspectivas para a economia brasileira. Segundo a atualização do relatório Panorama Econômico Mundial (WEO, na sigla em inglês), divulgado nesta terça-feira (19), o Brasil deve retomar o crescimento apenas a partir de 2018. O documento indica retração de 3,8% do país no ano passado e prevê queda de 3,5% para este ano. Em 2017, a expectativa do FMI é de crescimento zero, antecedendo a melhora da economia no ano seguinte. Na previsão de outubro, a estimativa era que o Brasil tivesse recessão de 3% em 2015 e de 1% em 2016. O Fundo também destacou que a queda brasileira é uma das responsáveis pela redução da expectativa de crescimento global. De acordo com o FMI, a economia mundial avançou 3,1% em 2015 e deve crescer 3,4% e 3,6% em 2016 e 2017, respectivamente. “Sobre a composição dos países, as revisões podem ser atribuídas principalmente ao Brasil, cuja recessão (causada pela incerteza política em meio ao rescaldo da ininterruptas investigações da Petrobras) está se demonstrando ser mais profunda e prolongada que o esperado”, afirma o documento.

Fonte: Bahia Notícias

Facebook Comments
Comentar