ivana-bastos

Após conduzir o governador Rui Costa ao plenário da Assembleia Legislativa, ato que marca o início da Sessão Solene de Abertura dos Trabalhos Legislativos de 2016, a deputada Ivana Bastos se declarou otimista em relação ao novo período que se inicia.

“Oficialmente marcamos a retomada dos trabalhos em plenário, mas é importante dizer que esse trabalho não parou e não para um só minuto. E é essa vontade de fazer mais pelos baianos que nos dá a certeza de que iniciamos este período ainda mais fortalecidos e unidos em prol da continuidade do crescimento da Bahia. Executivo e Legislativo trabalhando juntos para dias melhores”, declarou.

Sobre as expectativas para o mandato em 2016, Ivana Bastos destacou a continuidade da luta por acesso à água, energia e infraestrutura, bandeiras do mandato, mas também mencionou a ampliação da sua atuação. “Estaremos atentos às demandas relativas à luta e participação feminina, além de outros caminhos que estamos dispostos a trilhar em favor da Bahia e dos baianos”, finalizou.

A palavra trabalho foi destaque da mensagem anual do Executivo, apresentado pelo governador Rui Costa ao parlamento durante a cerimônia. Para o gestor, este é o caminho para vencer crises e dificuldades. No seu discurso, ele pincelou as ações desenvolvidas pela sua administração nas áreas de cultura, produção rural e industrial, infraestrutura, esporte, lazer cultura e, em especial, saúde e educação.

Essas duas áreas ocuparam boa parte do discurso, que trouxe detalhes sobre as ações e seus resultados. Sobre educação, por exemplo, Rui foi taxativo. “Estamos construindo uma nova educação pública na Bahia”, disparou, citando dados importantes como a adesão dos 417 municípios baianos ao programa Educar para Transformar, que visa melhorar o rendimento e a proficiência dos estudantes e, consequentemente, alterar positivamente os indicadores de desempenho das escolas.

Para a deputada Ivana Bastos, a mensagem do governador está alinhada com os anseios da população baiana. “Na nossa região da Serra Geral, por exemplo, a comunidade tem pedido urgência em ações que garantam atendimento em saúde e que garantam acesso aos estudos. Vemos que já avançamos muito, com inauguração e entrega de equipamentos de saúde, mas o governo sabe que ainda há muito a fazer”, concluiu.

Camila Queiroz / Jornalista (DRT – 4752/BA)

Facebook Comments
Comentar