Bom Jesus

O prefeito de Bom Jesus da Lapa,no oeste da Bahia,Eures Ribeiro(PV), que antes de ser eleito tinha um discurso de que seria o prefeito do diálogo, tem demonstrado que aqueles que não comungam das mesmas ideias pagam o preço. Numa demonstração de forças contra algumas professoras frágeis, sejam por problemas de saúde ou financeira, nesta sexta-feira o prefeito da capital Baiana da fé, surpreendeu os professores com o corte de metade dos seus salários, e que só terão ás 40 horas de volta, caso apresente a ele o protocolo de desistência da ação que outrora ajuizaram em razão de um precatório da educação que o município recebem no montante de quase 44 milhões de reais.

Mesmo com este ato desesperado do prefeito, até o momento somente 06 professores desistiram do processo, mas houve adesão de mais 29 professores, chegando à metade do professorado do município, cerca de 300 professores. Inicialmente o prefeito ofereceu 10 mil reais para os professores que não acionaram a justiça, bem como para aqueles que desistissem do processo, como não houve desistência, o chefe do poder executivo municipal resolveu apelar com mais uma ação covarde contra mães de família que tem no seu trabalho na educação sua única fonte de renda.

A APLB apoia os professores nesta luta e tem demonstrado todo empenho no apoio aos profissionais da educação deste município.

Profº Homero

Coordenador do Núcleo APLB-LAPA

Facebook Comments
Comentar