delclides

Uma decisão do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) obriga a Câmara de Vereadores de Serra do Ramalho, na região do Velho Chico, oeste baiano, a dar seguimento à Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga o prefeito Deoclides Magalhães Rodrigues (PPS) em contratos com transporte escolar. Conforme apuração da Câmara local, a partir de dados do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), “Padre Deoclides”, como o prefeito é conhecido, teria realizado despesas superiores a R$ 2,5 milhões, desde 2013, com transporte escolar com roteiros fantasmas, além de cometer outras irregularidades na contratação da empresa STLC, cujo dono seria aliado do prefeito (ver aqui). A decisão da desembargadora Sandra Inês Moraes Rusciolelli Azevedo, Câmara Especial do Extremo Oeste, foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico desta segunda-feira (6) e suspende sentença anterior da magistrada Lígia Maria Ramos Cunha Lima.

Por Francis Juliano / Cláudia Cardozo

Facebook Comments
Comentar