vaquejada

Nesta terça-feira, 25 de outubro, a Secretaria da Agricultura do Estado (Seagri) se manifestou favorável à manutenção da prática da vaquejada na Bahia. Em nota, a pasta informou que a equideocultura é a segunda atividade econômica da pecuária nacional e que o estado possui o 1º plantel de equídeos do país, contribuindo significativamente para a economia.

De acordo com as estimativas da Associação Baiana de Vaquejada, atualmente são realizados mais de quatro mil eventos no estado, movimentando cerca de R$ 800 milhões por ano, e gerando nesta faixa de 720 mil empregos, sendo 120 mil diretos e 600 mil indiretos.

Ainda na nota, a Seagri afirma que no estado da Bahia, a vaquejada é regulamentada pela lei Nº 13.454/15, como prática desportiva e cultural, que institui “normas de proteção, sanidade e combate aos maus tratos”.

Como é de conhecimento de todos, o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou ilegal a prática de vaquejada no Brasil no último dia 6 de outubro. Nos anos de 1940 foi criada a vaquejada e agora o STF quer por fim a esta prática.

Redação: www.mediosaofrancisco.com

Facebook Comments
Tags:, , ,
Comentar