geddel1

Na última segunda-feira, 21 de novembro, a Comissão de Ética da Presidência da República abriu, por unanimidade, procedimento investigativo para apurar se o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima (PMDB), violou a legislação no caso que resultou na demissão do agora ex-ministro da Cultura Marcelo Calero. Indicado ao cargo pelo próprio Geddel, o conselheiro José Saraiva recuou do pedido de vista que havia solicitado pela manhã e apresentou voto pela instauração de inquérito. Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo na edição do último sábado, Calero afirmou que Geddel o pressionou em mais de uma ocasião para liberar uma obra embargada em Salvador, onde o peemedebista tem um apartamento.


Facebook Comments
Tags:, , , ,
Comentar