Foto: Reprodução/Correio

Foto: Reprodução/Correio

No último domingo, 20 de novembro, um detento, que segundo a 11ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) pertencia a um grupo rival, foi violentamente espancado até a morte. O fato aconteceu no complexo policial da cidade de Barreiras, no oeste baiano.

Após o crime, os detentos deixaram recados para os juízes da cidade pedindo para serem soltos e para que a visita seja realizada toda semana. Segundo a Coorpin, os presos recebem visitas de familiares a cada 15 dias. Um funcionário da coordenadoria que não quis se identificar declarou que o local tem capacidade para 28 presos, mas no momento abriga 71. “Queremos nossos direitos e visita toda semana. Solta. Tamos com fome. Solta Fabiano (sic)”, escreveram os presos no bilhete deixado na cela. De acordo com o jornal Correio, o corpo do detendo morto foi encaminhado para o Instituo Médico Legal (IML) e vai passar por perícia antes de ser liberado para o sepultamento. A polícia vai fazer uma varredura nas celas e investigar o caso.


Foto: Reprodução/Correio

Foto: Reprodução/Correio

Facebook Comments
Tags:, , ,
Comentar