Follman é goleiro reserva da Chapecoense (Foto: Divulgação/Linense)

Follman é goleiro reserva da Chapecoense (Foto: Divulgação/Linense)



O goleiro reserva da Chapecoense, Jackson Follmann, um dos seis passageiros resgatado com vida após a queda do avião da Chapecoense em Medellín, teve uma das pernas amputadas em decorrência deste acidente trágico. A informação é da repórter Lívia Laranjeira, do SporTV. Além do jogador de 24 anos, outros dois atletas do elenco da equipe catarinense estão internados em hospitais da região: o zagueiro Neto e o lateral Alan Ruschel.

Vale ressaltar que a primeira partida da final da Copa Sul-Americana estava marcada para esta quarta, 30 de novembro, porém em função do acidente, a final contra o Atlético Nacional foi suspensa por tempo indeterminado.

Após saber a notícia que Follman estava vivo, os familiares do jogador agradeciam a Deus pelo milagre.- Em um acidente de avião, você sabe que a chance de sobrevivência é praticamente zero. Então, ele estar entre os sobreviventes é um milagre de Deus. A gente só está numa agonia para saber o estado de saúde dele, não sabe nada por enquanto. Se sabe que ele está no hospital – disse o pai do atleta, Paulo Follmann, em entrevista ao G1.
– A gente acordou com uma ligação da noiva dele, que tinha acontecido esse acidente. Na hora meu marido entrou em choque, ficou apavorado. Eu também. A gente fica sem chão, mas coração de mãe nunca se engana. Meu coração dizia que Deus estava protegendo ele, que ele estava bem – acrescentou a mãe, Marisa.

Reserva de Danilo, Follmann foi contratado em maio pela Chapecoense como reforço para o Campeonato Brasileiro. No Rio Grande do Sul, Follmann jogou no Juventude e no Grêmio.

Facebook Comments
Tags:, , , ,
Comentar