lixo-iuiu-jpg3

A população de Iuiú, no sudoeste baiano, ultimamente, vem deparando com algumas situações comprometedoras e absurdas, dentre elas, a presença de resíduos hospitalares espalhados na área do lixão a céu aberto, colocando em risco a saúde da população iuiuense.

lixo-iuiu-jpg4Em decorrência do risco de contaminação que estes resíduos podem trazer para as pessoas, é aconselhável que estes não sejam expostos em via públicas ou em lixões a céu aberto, mas em lugres apropriados, ou seja, destinados a este fim, porém, segundo uma denúncia da vereadora Euclênia Donato, a Prefeitura Municipal de Iuiú, gerida atualmente pelo Prefeito Carlos Wagner Lopes Frota, vem descartando resíduos hospitalares na área do lixão a céu aberto e, além disso, o material é incinerado, ou seja, queimado, trazendo incômodo aos moradores que sofrem com a fumaça advinda da queima do lixo. Lá foram encontrados seringas descartáveis, scalpes, seringas com agulhas, agulhas, medicamentos vencidos incinerados, bisturis entre outros.

lixo-iuiu-jpg1Para a vereadora a atual administração está cometendo um crime ambiental e colocando em risco a saúde do povo e isso é inadmissível, principalmente quando uma ação desta parte de um médico que é conhecedor da periculosidade que é o depósito irregular de lixo hospitalar, bem como a incineração do próprio lixo para a população, que fica respirando um ar abafado e com mal cheiro. “Além do Prefeito ser Médico, os demais responsáveis pela tamanha irresponsabilidade e grave crime ambiental é a Secretária de Saúde Lícia Lopes Frota, sua sobrinha, e o Diretor do Hospital Marcelo Alves, formado em enfermagem, tendo em vista as funções exercidas e pelo que parece são coniventes com tal situação.Todos nós sabemos que lixo hospitalar deve ser devidamente separado nos hospitais, clínicas e laboratórios, recolhido e destinado para incineração que é de responsabilidade municipal, e que os procedimentos adotados devem estar de acordo com a legislação vigente”, salientou a vereadora.

lixo-iuiu-jpg10Vale ressaltar que o risco é maior ainda para aquelas pessoas que frequentam diariamente o lixão para catar o lixo para comercializar e sustentar a família, uma vez que podem contrair até mesmo uma doença em decorrência destes resíduos hospitalares. A dita vereadora esteve visitando o local e constatando de perto a gravidade da situação, está disposta a lutar em nome do povo, denunciando, assim, esta prática desrespeitosa, denúncia esta que já está sendo formalizada junto ao Instituo do Meio Ambiente(IMA).

lixo-iuiu-jpg6lixo-iuiu-jpg5lixo-iuiu-jpg2lixo-iuiulixo-iuiu-jpg9lixo-iuiu-jpg8

Redação: www.mediosaofrancisco.com

Facebook Comments
Comentar