Fotos: Vilson Nunes / Rádio Visão FM

Fotos: Vilson Nunes / Rádio Visão FM

Numa reunião na tarde desta sexta feira (27/1), o prefeito de Palmas de Monte Alto (BA), Manoel Rubens Vicente da Cruz expôs ao corpo docente do município a situação calamitosa que se encontra as finanças do município, especialmente da educação, apresentou algumas medidas para superação dessa realidade e prometeu cumprir a Lei do Piso, que não está sendo cumprida desde 2015.

A reunião aconteceu no auditório do Colégio Municipal Eliza Teixeira de Moura, com a presença do vice-prefeito e secretário Municipal de Educação, Domingos Rodrigues Porto Neto, da primeira dama e secretária de Assistência Social, Lúcia Helena Ribeiro da Cruz. Segundo o chefe do executivo, a gestão que o precedeu não efetuou o pagamento da seguridade social dos servidores junto ao INSS, acumulando uma dívida de cerca de 8 milhões de reais, que corrigida pela SELIC pode chegar a 11 milhões, o que requer a formulação de um acordo de parcelamento, que vai comprometer ainda mais as finanças do município.palmas1

Diante dessa realidade, a atual gestão pediu a compreensão dos profissionais da educação e solicitou ajuda para melhorar os indicativos do município, que nos últimos anos vem regredindo. Com esse propósito foi criada uma comissão representativa de docentes para avaliar e acompanhar a realização do reordenamento da Rede de Ensino Municipal e também o processo de nucleação das Escolas do Campo, dentre outras ações necessárias para melhorar a qualidade do ensino municipal.

O gestor garantiu o reajuste de 7,64% para o mês de janeiro/17 e assumiu o compromisso de cumprir efetivamente a Lei do Piso, acrescentando os 13% restantes em fevereiro/17. Conforme manifestação de alguns docentes durante a reunião e a aprovação por unanimidade das propostas apresentadas, bem como a criação da comissão, os professores se mostraram satisfeitos com o reajuste garantido e se revelaram confiantes no cumprimento da Lei do Piso.

Fonte: Vilson Nunes / Rádio Visão FM

Facebook Comments
Tags:, , , , ,
Comentar