(Fotocomposição: 97NEWS)

(Fotocomposição: 97NEWS)

O ex-prefeito do município de Malhada de Pedras (BA) Ramon dos Santos irá continuar tendo sobre si a proibição de ter acesso às dependências da prefeitura e demais órgãos públicos municipais, bem como de ter contato com testemunhas e outros investigados por suposta prática de crimes na administração do município. A decisão é da presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz.

Ramon dos Santos, que comandou o município por duas gestões, está sendo investigado pela suposta prática dos crimes de fraude à licitação, crimes de responsabilidade fiscal, crime organizado e lavagem de dinheiro. Esses crimes teriam sido praticados a partir de um esquema engendrado para desviar verbas federais em licitação fraudulenta de transporte escolar, mediante adulteração das linhas percorridas e com superfaturamento dos dias letivos existentes em cada mês.

No STJ, a defesa do ex-prefeito impetrou habeas corpus, com pedido de liminar para que ele pudesse comparecer à posse de sua esposa, Terezinha Baleeiro Alves dos Santos, na Prefeitura de Malhada de Pedras, em 1º de janeiro.



Fonte: 97 News

Facebook Comments
Tags:, , , , ,
Comentar